NOTÍCIAS

Voltar para a listagem

Supremo Conselho do Arco Real é instalado no Espírito Santo


Publicado em 27/06/2018



O Supremo Conselho de Maçons do Arco Real do Estado do Espírito Santo foi instalado, no dia 9 de junho, em cerimônia realizada no templo da Grande Loja, em Bento Ferreira, Vitória.

Durante a sessão, 75 Mestres Maçons da GLMEES foram exaltados e 24, instalados, entre os quais, o Sereníssimo Grão-Mestre Walter Alves Noronha. Realizada pelo Supremo Conselho de Maçons do Arco Real do Estado do Rio de Janeiro, a cerimônia foi conduzida pelo Irmão Wilson Souza Neto, representando o Sereníssimo Grão-Mestre Nelson Lopes Ribeiro, da Grande Loja Maçônica do Rio de Janeiro.

Também houve a instalação dos três Grandes Principais: Walter Alves Noronha, Luís Carlos Merçon de Vargas e Jorge Henrique Valle dos Santos. Os membros do Arco Real fundaram, ainda, três capítulos: Sublime Harmonia (que tem como Principais Jorge Henrique Valle dos Santos, Luciheder Costa e Davino Inácio Junior); James Anderson (Principais Luis Carlos Merçon de Vargas, Leandro Ferreira da Cunha Júnior e André Cardoso Tavares) e Spiritus Sanctus (Principais Renato Coutinho, Antonio Favery de A. Ribeiro e Marcelo da Rocha Soares).

Cada capítulo criado fica vinculado a uma Loja Simbólica: Sublime Harmonia (Loja Mestre Álvaro N°97 - Serra), James Anderson (Loja James Anderson N°100 - Vitória) e Spiritus Sanctus (Loja Fraternidade Absoluta N°31 - Vitória).

O Rito do Sagrado Arco Real de Jerusalém é um dos mais antigos da Maçonaria moderna. Entretanto, a unificação da Grande Loja da Inglaterra em 1813, que trouxe para o mesmo contexto aqueles Maçons que eram denominados antigos e modernos, levou à pacificação do grau como um complemento necessário ao grau simbólico de Mestre Maçom.

O Sagrado Arco Real de Jerusalém não é um grau filosófico ou um grau que se coloca fora dos graus simbólicos. Ele é a consolidação, a consagração da plenitude dos direitos, obrigações e do conhecimento necessário ao Mestre Maçom.

Com a fundação dos capítulos do Arco Real no Espírito Santo, a GLMEES passa a garantir aos Irmãos que são jurisdicionados a esta potência o direito natural, enquanto Mestres Maçons, exaltados há pelo menos 28 dias, de concluir a sua formação, com a iniciação nos mistérios do Sagrado Arco Real de Jerusalém.

 















Strict Standards: Only variables should be passed by reference in /home/glmees/public_html/2015/index.tpl.php on line 465