NOTÍCIAS

Voltar para a listagem

CORRIDA MAÇÔNICA CIDADE DE VITÓRIA É SUCESSO DE PÚBLICO E ORGANIZAÇÃO


Publicado em 07/05/2019



A quarta edição da Corrida Maçônica Cidade de Vitória foi sucesso de público e de organização. Para atletas amadores e profissionais, a prova está melhor a cada evento. Percurso, hidratação, estrutura, receptividade das pessoas envolvidas na prova e premiação em dinheiro são alguns dos pontos destacados pelos corredores durante o evento, realizado no dia 14 de abril último, em Bento Ferreira, Vitória.

Com largada e chegada em frente à Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo, a quarta edição da prova foi considerada sucesso total pelo Grão-Mestre Walter Alves Noronha. “Tivemos mil pessoas inscritas e cem na ‘pipoca’. Este ano a participação da família maçônica foi maior e entre os motivos está a inserção da categoria exclusiva para as cunhadas”, afirmou. O Sereníssimo acrescentou que ainda neste semestre serão iniciados os preparativos para a próxima edição do evento, marcada para abril em 2020.

Todo dinheiro arrecado com o evento deste ano será usado para a aquisição de cadeiras de roda, cadeiras de banho e camas hospitalares, que serão doadas ao Instituto Grande Loja. 

Veterano na Corrida Maçônica Cidade de Vitória, o Irmão Josenildo Rosseto Militão subiu ao pódio mais uma vez. Nas duas primeiras edições, o atleta amador disputou a categoria maçom 10 km e ficou e primeiro e em terceiro lugar, respectivamente. Na terceira e na quarta corridas participou na categoria maçom 6 km e levou o primeiro lugar em ambas as competições. “A prova está melhor a cada ano, tanto em número de inscritos quanto em qualidade da estrutura”, enfatizou.

O atleta Maquezille Gabriel Pio (vencedor da categoria Geral Masculino 6 km), que não tem patrocínio, elogiou a premiação em dinheiro e disse que esse incentivo é importante para os atletas se manterem no esporte. Segundo ele, além de contribuir para fortalecer as corridas de ruas, o prêmio em dinheiro estimula a vinda de atletas de fora do Estado, o que aumenta o nível das provas. É a quarta vez que Maquezille participa e é campeão dos seis quilômetros. Nessa última edição, fez o seu menor tempo, tornando a prova mais rápida.

A participação de atletas de outros estados na Corrida Maçônica Cidade de Vitória já se tornou uma tradição. É o caso do Irmão Sidney Rodrigues Pereira, que já disputou três provas, e do atleta profissional Valério de Souza Fabiano.

Dando um show de vitalidade, a atleta amadora Sidalina Romualdo, com 75 anos, foi a vencedora da categoria ACD Feminino 6 km. As cunhadas Maria Aparecida Torres da Silva e Gabriela Cunha de Castro Piacentini Engel também fizeram bonito, levando o primeiro lugar nas categorias Esposa de Maçom 10 km e 6 km, respectivamente. “Gostei muito. A organização, hidratação e percurso estavam ótimos”, destacou a cunhada Gabriela.