NOTÍCIAS

Voltar para a listagem

Irmãos participam do I Café do Empresário Maçônico


Publicado em 12/02/2020



Cerca de 150 Irmãos participaram, nesta quarta-feira (12), do I Café do Empresário Maçônico, na sede da Grande Loja Maçônica do Espírito Santo, em Bento Ferreira, Vitória. Entre os destaques da programação esteve a palestra do Grão-Mestre Adjunto, Valdir Massucatti, sobre gestão de qualidade com produtividade. 

Durante o evento, os Irmãos tiveram oportunidade de conhecer o lado profissional de cada um e trocar experiências. Em seguida, todos se apresentaram, informando a profissão e área de atuação, o que aproximou os Maçons ainda mais.

“O café de negócios foi um sucesso, superando as expectativas. A ideia é que a iniciativa seja futuramente estendida para as Lojas e Regiões para que a família maçônica e não só os Irmãos possam falar sobre negócios. Além desse evento, teremos vários outros este ano em comemoração aos 50 anos de fundação da nossa Grande Loja”, destacou o Grão-Mestre Walter Noronha.

Para o Irmão Cláudio Tosta, um dos idealizadores do evento e assessor do Grão-Mestre, o objetivo da reunião foi alcançado. “Na mesma loja, um Irmão não sabe o que o outro faz. Esse foi o objetivo principal, aproximar ainda mais a família maçônica e criar esse viés com cunho comercial”, disse.

Para o advogado Paulo Cesar Campos Loureiro, o primeiro encontro foi muito importante para os empresários maçônicos e incentivou a realização de outros eventos semelhantes. “Isso vai disseminar uma maior atividade corporativa entre os Irmãos que são empresários e profissionais liberais”, declarou.

O psicólogo e palestrante Roberto Henrique compartilha da mesma ideia. “Achei o evento incrível, deve acontecer mais vezes, pois traz probabilidade de negócios. Isso possibilita não só um fortalecimento dos Irmãos maçônicos como também a ampliação dos nossos negócios por conta da confiabilidade e fraternidade que já existe na Maçonaria, agora também com a visão de negócios global. Achei válido e estão de parabéns os organizadores do evento”, ressaltou.

“Muitas vezes, nós não conhecemos o Irmão e precisamos dele. Agora, com um cartão na mão e identificação, já saio daqui ligando para ele. Nós vamos fazer eventos maiores, porque vamos fazer juntos, Grande Oriente e Grande Loja”, disse o Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil no Espírito Santo, Hélio Soares da Luz Sodré.